Arquivo

Throwback Thursday: primeira selfie do Domi

Como ainda é quinta, não pude conter a vontade de postar um throwback thursday pra vocês.
Estava organizando algumas fotos e encontrei esta, a primeira selfie do Dominique! Sim, porque ele tem muitas.
Olha que coisa mais queridaaa!!! Acho que ele tinha uns 3 meses nesta foto, com os pelos bem curtinhos, orelha aparecendo kkk
A foto até está meio tremida, porque foi ele mesmo quem tirou (cof, cof) haha, achei muito lindo e me bateu uma saudade. Como o tempo passa rápido! Time flies, como dizem.
Era isso, só pra compartilhar o achado.
=*

Resenha: Xampus secos da Batiste

Vamos falar sobre a invenção do século: xampu secooo! Esses são os dois que estou usando e amando há alguns meses. 
Tecnicamente é um produto só: xampu seco da marca Batiste. A marca tem vários, mas vou mostrar as duas versões que eu testei: uma é a tradicional, fragrância Blush, e a outra é o XXL Volume.
A proposta do xampu seco é dar uma disfarçada na oleosidade do cabelo, quando se está na correria e não tem tempo de lavar. Como eu lavo o meu cabelo de 2 em 2 dias, uso sempre no dia 2, ou seja, o dia seguinte ao da lavagem.
A versão tradicional é a minha preferida, por ser mais leve. Basta pentear o cabelo e puxar as mechas pra cima, aplicando na raiz das regiões onde você quiser “refrescar”, por assim dizer. 
Eu, de fato, sinto uma sensação de refrescância depois de aplicar o produto, dá uma boa renovada mesmo! O cabelo fica soltinho e com um cheirinho maravilhoso. O cuidado que tem que ter é esfregar bem o local onde aplica, massageando e misturando bem o produto nos fios, porque ele é esbranquiçado e pode ficar aparecendo, se não prestar atenção. Aí você pode estilizar o cabelo como quiser. Na verdade, o tradicional já ajuda a modelar, porque proporciona um leve volume. O que me leva a falar pra vocês da outra versão: a XXL Volume
Como o próprio nome diz, o produto serve para, ao mesmo tempo, dar aspecto de limpo e dar volume ao cabelo. E com certeza cumpre o prometido! O XXL Volume é tão bom no quesito dar corpo aos fios, que muitas vezes utilizo somente para estilizar, mesmo com cabelo limpo. Ele deixa a raiz armada, sabe? Uso na franja e o resultado é excelente!
Só que é mais forte, deixa o cabelo até meio durinho. Então, recomendo usar pra sair à noite, se arrumar para um evento mais power (haha). Ooouuu, use naquele(s) dia(s) que extrapolou (cof, cof) a lavagem. Dia 3 ou 4… Já fiz isso e é ótimo, tira toda a oleosidade e dá megavolume, então nesse caso eu uso para fazer um coque alto ou um rabo de cavalo texturizado, fica bem legal. 
Resumindo: o Blush, eu recomendo para disfarçar qualquer probleminha do dia 2 do cabelo e para uso frequente, porque é mais leve e fácil de aplicar. O XXL Volume, eu recomendo para um cabelo realmente sujo (eca! mas acontece) ou para estilizar, fazer penteados, quando você quer mesmo dar volume aos fios.
Ambos são produtos maravilhosos e, na minha opinião, estão aprovadíssimos. O preço não é muito salgado, algo em torno dos 30 reais. A durabilidade é boa, vale o investimento. Fiquei fã e recomendo muito! 
Alguém aí já usou xampu seco? Testaram de outra marca? Quero saber! 

Receita: Barrinhas de cereal caseiras

Sim, resolvi fazer barra de cereal em casa. 
Eu já comi muita barra de cereal industrializada, nessa de fazer lanchinho saudável. Mas tenta ler os ingredientes no rótulo pra ver…são 500 nomes incompreensíveis e muito pouco de alimento e nutrientes reais contidos ali.
Tem uma norma aí de algum órgão regulador que fala que os ingredientes dos alimentos tem que aparecer na ordem de quantidade na descrição da embalagem. Pasmem que na barra de cereal que eu comia o primeiro era açúcar! Eu pensei que era cereal, não sei porquê…
Essa minha receita não tem a pretensão de ter o mínimo de calorias, nossa dieta não é baseada nisso aqui em casa. A ideia dessa barrinha é te alimentar e ser feita de ingredientes nutritivos e funcionais, que façam bem a sua saúde. É totalmente customizável (como quase tudo no meu blog) você pode ir adaptando com os grãos e sementes que tiver em casa.
Vamos à receita?
INGREDIENTES:
100 gramas de semente de abóbora descascadas
100 gramas de aveia em flocos
100 gramas de coco ralado sem açúcar
100 gramas de semente de girassol
100 gramas de açúcar mascavo
100 gramas de manteiga
50 gramas de passas de uva
1 colher de sobremesa de essência de baunilha

MODO DE FAZER:

Misture todos os ingredientes secos em uma vasilha.

Derreta a manteiga e o açúcar mascavo em uma panela e despeje por cima dos ingredientes secos, misturando tudo muito bem, com uma colher de pau.
Forre uma forma com papel manteiga e espalhe a mistura por toda a superfície. Leve ao fogo a 180ºC por 20 minutos.
Deixe esfriar e corte no formato que preferir.
Essa barrinha fica uma delícia, é super saudável e sacia, valendo mesmo por um lanche que se preze. Eu gosto de comer com o café preto da tarde, fica muito bom!
Espero que curtam e tentem fazer. Me contem como ficou e o que acharam. Até mais! 

Resenha: Lipbalms da Smith’s

Quero apresentar a quem não conhece, a melhor marca de lipbalm (ou hidratante labial) do mundo (#dramaqueen).
Mas gente, é sério! Eu também sou uma das loucas do lipbalm, adoro hidratar os lábios o dia inteiro, durante à noite e em todas as estações do ano.
Por isso, posso falar com conhecimento de causa (já testei muuuitos hidratantes labiais) que, na minha opinião, este é o melhor dos melhores.
Tenho esse conjuntinho da foto, que já é o meu segundo lote e já usei o de tubinho, esse esmigalhado aqui kkkk
Esses lipbalms da Smith’s hidratam muito os lábios e têm uma consistência maravilhosa. Parece que penetram na pele, mas ainda ficam ali, sabe? E sem deixar a boca grudenta, tipo alguns glosses.
Fora o cheiro, as cores, sabores e embalagens da marca: um melhor que o outro!!!
Este da embalagem branca é o de menta e rosas. É a versão Rosebud Salve tradicional, só que mentolado rsrs…Ele parece bem vermelho, mas é praticamente transparente, só dá  um tonzinho avermelhado aos lábios. E o cheirinho é sensacional!
Este rosinha é de morango. Lembra muito infância, porque o cheiro é igual àquele moranguinho da Avon, lembra? Delicioso demais!
Este é o tradicional Rosebud Salve, o mesmo do tubinho. Mesma coisa, parece vermelhão, mas não é.
Diz que é feito de rosas e, pasmem, na embalagem fala que serve para passar em qualquer área da pele, inclusive espinhas e cutículas!!! Claro, como salve em inglês é pomada, até faz sentido. Mas nunca usei de outra maneira e acho que acabou popularizado mais como lipbalm. Não sei, alguém sabe me dizer se fora do Brasil usa pra tudo?
Eu costumo usar por baixo de batom matte, uso durante o dia e uso antes de dormir, para uma hidratação noturna. Os Smith são hidratantes muito potentes e deixam os lábios super macios. Não te decepcionam nunca! (risos) De quebra, eles vem nessa latinha charmosa:
Comprei os meus em sites de comprinhas internacionais, aqueles de blogueiras que moram nos EUA e vendem. Tem no ebay e talvez tenha em sites brasileiros também, não sei dizer pra vocês. Mas com certeza por aqui se paga bem mais caro.
Esse é o tipo de produto que eu avalio como investimento, porque realmente funcionam, tem excelente qualidade e duram bastante tempo. Vale muito a pena!
Que marca de lipbalm vocês usam?
 =*

Pão de mel gigante

Sim, vai ter gordice para o domingo!
Eu adoro pão de mel, mas nunca pensei em fazer em casa o tradicional, aqueles individuais, de banhar um a um no chocolate, porque não gosto de nada muuuito trabalhoso. Admiro quem faz e a paciência. Então, procurando milhares de receitas e dicas mais fáceis, acabei “inventando” essa versão meio bolo, que a gente faz inteiro e come aos pedaços (yumyum)
O melhor é que é pão de mel de verdade, os ingredientes são os mesmos, o sabor idêntico, não é uma imitação! O que muda é apenas o formato, o que facilita um bocado o preparo e o “comer”rsrsrs
Me inspirei principalmente na receita do episódio de O Chef e a Chata, da Lu Ferreira, de pão de mel no potinho, que vocês podem acessar clicando aqui. Mas, como falei, peguei daqui e dali e fiz algumas modificações. A começar, não fiz no potinho e minha ganache é diferente.
A receita básica deles é esta:
Pão de mel:
240 ml (1 xícara) de leite
200 g (1 e 1/3 de xícara) de açúcar mascavo
150 g (1/2 xícara) de mel
250 g (2 xícaras) de farinha de trigo
40 g (4 colheres de sopa) de manteiga
1 colher (chá) de canela em pó
1/2 colher (chá) de cravo em pó
2 colheres (chá) de fermento em pó
2 ovos
Recheio:
600 g de doce de leite
O meu recheio, fiz com uma lata de leite condensado cozido na panela de pressão.
Calda:
100 g (2/3 de xícara) de açúcar
200 ml (3/4 de xícara) de água
1 pau de canela
2 cravos da índia
Ganache de chocolate:
400 g de chocolate meio amargo Usei 200g
120 ml (1/2 xícara) de creme de leite pasteurizado
2 colheres (sopa) de manteiga Não usei
Pré-aqueça o forno a 180ºC. Unte e enfarinhe uma assadeira retangular (usamos uma de 36 x 18 cm, dá pra ser numa de 30 x 20 cm também, por exemplo). Leve ao fogo o leite com o açúcar mascavo, a manteiga e o mel. Dissolva bem. Não é necessário ferver, só aquecer pra facilitar que tudo se dissolva. Quando estiver bem dissolvido desligue e reserve. Em uma vasilha peneire a farinha de trigo, a canela, o cravo e o fermento. Reserve também. 
Bata os ovos com um garfo ou batedor e misture ao leite com mel e açúcar. 
Lembre-se de o leite não deve estar tão quente para não cozinhar os ovos! Basta estar de morno a frio. Incorpore os ingredientes peneirados ao liquido, mexendo delicadamente até que fique homogêneo. Leve para assar por cerca de 30 minutos.
Prepare a calda: Coloque todos os ingredientes numa panelinha e leve para ferver. Assim que ferver desligue e coe o cravo e canela.
Prepare a ganache: Leve o creme de leite para aquecer. Não fiz essa etapa! Pique o chocolate e coloque em uma vasilha. Assim que o creme de leite ameaçar ferver, desligue e despeje sobre o chocolate. Aguarde 30 segundos e misture bem com uma colher ou espátula. Misture a manteiga gelada para dar brilho. Não usei a manteiga e piquei meu chocolate, coloquei duas etapas de 30 segundos no microondas, despejei o creme de leite frio mesmo, misturei.
Montagem: Corte o pão de mel do tamanho do pote, ou em cubos, para facilitar colocar. Coloque o doce de leite em um saco de confeitar e a ganache em outro saco de confeitar. Coloque uma camada de pão de mel no fundo do pote, umedeça com a calda, coloque doce de leite. Repita essas duas etapas. Cubra com pão de mel, umedeça e por cima de tudo cubra com a ganache de chocolate. Sirva em temperatura ambiente. Rende 6 potes como os nossos (10 cm de altura x 6 cm de diâmetro). Pode ser guardado tampado na geladeira por até 5 dias. Se quiser, polvilhe açúcar de confeiteiro por cima.
Obviamente, o meu pão de mel só esperei esfriar e cortei ao meio para rechear. Molhei com a calda, espalhei o recheio com uma faca e cobri com a ganache.

Eis o pão de mel prontinho! Pensa numa delícia… Essa é a versão recém montada, sem esfriar por completo, porque somos esganados e não aguentamos esperar kkkk
Experimentem fazer e me mostrem. Até a próxima receita!!!

Dominique, o cão de boné emprestado!

Hoje o outfit é canino hahaha…É que em um fim de semana desses, minha afilhada esteve aqui em casa nos visitando e comprou um boné pra cachorrinha dela em uma feirinha que a gente foi. 
Achei lindo demais, mas não comprei um para o Domi, porque ele não costuma deixar a gente colocar nada nele 🙁
Para nossa surpresa ele permitiu que ela colocasse e eu tirei um monte de fotos!!! Em princípio ele não curtiu muito, mas depois curtiu. Eu não podia deixar de postar aqui no blog, porque ele ficou muito engraçado e ainda mais lindooo! (#corujando)
Olhem só que gracinha ele de boné jeans emprestado!!! kkk

Viram só que figura? Cachorro é tudo de bom! 

Brigadeiro com toque especial

Brigadeiro (translate para gauchês = negrinho) é meu doce preferido da vida e eu aprendi a fazer com 10 anos de idade. Na época ou nem existia microondas (ops, me entregando rsrs) ou nem todo mundo tinha acesso…então era o bom e velho brigadeiro de panela.

Hoje em dia, quando eu faço, uso bastante o microondas, porque fica maravilhoso do mesmo jeito (tem como ficar ruim?). Na panela, é possível controlar mais o resultado que se quer. Podem ficar alguns gruminhos ou bolinhas de chocolate, às vezes até meio queimadinhos, o que dá um sabor diferente. Mais mole, mais firme, etecetera.

Depois de tantos anos fazendo, acabei inventando algumas modas quando o assunto é brigadeiro: seja branco ou preto, criei várias combinações.

A receita que vou passar hoje não tem mistério, porque é apenas acrescentar UM ingrediente novo, não alterando o modo de fazer. E estou falando da canela. Sou obcecada por canela!!! Adoro canela no chá, no café, no chocolate quente, com frutas, aveia, por mim coloco canela em tudo! =D 

Mas no brigadeiro em especial fica delicioso, porque quebra um pouco a doçura master do leite condensado. Recomendo a todos que testem a receita, a não ser que realmente não goste de canela. Para quem não gosta, teste substituir a canela por mel. Apesar de ser doce também, o mel dá um gostinho muito especial ao brigadeiro. Só fazendo e provando para entender…
INGREDIENTES:
1 lata de leite condensado
1 colher de sobremesa de manteiga sem sal
100g de chocolate meio amargo em barra picado
ou 2 colheres de sopa de chocolate ou cacau em pó
1 colher de sobremesa de canela

MODO DE FAZER na panela:
Junte todos os ingredientes em uma panela, misture bem.
Cozinhe em fogo brando mexendo sempre até desgrudar do fundo da panela. Deixe esfriar (ou não) e coma de colher!

MODO DE FAZER no microondas:
Junte todos os ingredientes em uma vasilha própria para microondas, misture bem.
Cozinhe em potência média por 4 minutos, mexendo na metade do tempo. Coloque por mais 4 minutos em potência alta, mexendo na metade do tempo igualmente. Deixe esfriar (ou não) e coma de colher!
Dica: Se você gosta muito de canela como eu, pode polvilhar por cima do brigadeiro pronto, para decorar e acentuar o sabor.
Obs: O tempo de microondas pode variar, em função das diferenças de potência entre as marcas.
Experimentem fazer a receita e voltem pra me contar o que acharam. Bom apetite!

5 dicas para beber mais água no dia a dia

Que a água é maravilhosa pra saúde e traz inúmeros benefícios ao organismo, acho que todos nós já sabemos. É um mantra repetido em todos os lugares e por todo mundo que prega uma vida saudável: beba muita águaaa!!!
Beber água normalmente é um hábito natural que as pessoas adquirem ao longo da vida, desde a infância. Só que algumas pessoas não adquiriram esse costume. Tem gente que odeia água e fica procurando uma razão de paladar para ingerir o líquido, mas não adianta: nossa amiga é incolor, inodora e insípida. O que, traduzindo, significa que a água não tem cor nem cheiro nem gosto. 
Mas eu garanto: se vocês se acostumarem à ingestão de água, bebê-la vai ser SIM prazeroso. Eu, por exemplo, não admito outra opção de bebida quando o assunto é sede: só ela dá conta do recado. Porém, mesmo pra quem gosta, com a correria nossa de cada dia, às vezes é difícil lembrar e conseguir beber no meio de tantas tarefas.
E, independente de gosto/paladar de cada um, o que a água faz pela saúde vale para todos nós: melhora o funcionamento do intestino, o aspecto da pele, acelera o metabolismo e, óbvio, mantém o organismo hidratado, facilitando todos os processos internos. Entre montes de outras coisas boas.
Então o negócio é fazer uso dessa potente aliada tão facilmente encontrada, baratinha e zero calorias! Vou passar CINCO dicas simples, mas que funcionaram muito para mim, para aumentar a ingestão de água na nossa corrida rotina:
  1. Não espere pela sede: beba água durante o dia todo! Aguarde ao menos 1 hora depois das refeições, para não atrapalhar a digestão. Mas entre elas, mande ver! Com o passar do tempo, você vai começar a sentir uma sede e necessidade de beber água naturalmente e que antes você não tinha.
  2. Deixe a água sempre por perto: na escola, no trabalho, em casa, onde quer que você esteja fazendo suas atividades, tenha um recipiente com água pertinho. Adeque ao local o que for mais prático: existem vários tipos de copos e garrafinhas.
  3. Meça a sua ingestão de água: existem recipientes que já vem com a “reguinha” dizendo a capacidade, mas se o seu não tiver, meça antes em casa, com aqueles medidores caseiros de cozinha, para receitas. Ou por copo, até de requeijão, que costumam ter 250 ml. Assim, fica mais fácil acompanhar sua evolução e saber o quanto de água você está bebendo em cada turno e no fim do dia a conta fica bem mais fácil.
  4. Vá aos poucos, não se force: essa é a principal dica. Primeiro, porque se você forçar, logo vai abandonar ou, se já não gosta de água, vai passar a detestar. Segundo, que cada pessoa tem um organismo e uma necessidade diária diferente, então, também não sou muito a favor de metas gerais: mínimo de 2 litros por dia e blablabla! Às vezes, a pessoa não aguenta ou não consegue beber tanto, o próprio corpo rejeita e ainda vai ficar com sentimento de fail na missão. Não é assim! Fora pessoas que tem problemas de saúde específicos e podem se prejudicar tomando grandes doses de uma só vez. Isso pode sobrecarregar os rins etc. Enfim, sempre procure um médico e esteja a par de sua situação de saúde. As dicas aqui são informais e funcionam em teoria para quem está com a saúde em perfeito estado.
  5. Saborize sua água: existem maneiras de tornar a água mais atraente, caso você tenha tentado as dicas anteriores sem muito sucesso. Ou apenas esteja entediado da companheira transparente rsrsrs. Você pode “temperar” a sua água, tipo com gengibre, canela em pau, cravo, hortelã ou algum outro chá de que você goste. Mas chá sem ferver, tipo só coloque as folhinhas (os de saquinho não funcionam) e deixe tampado na geladeira por algumas horas. Outra alternativa são as frutas picadinhas. Opte pelas menos calóricas, por exemplo, fatias de limão/laranja/carambola, pedacinhos de abacaxi ou morango, enfim, frutas de baixa caloria de sua preferência. Misture na água e deixe curtindo também por algumas horas.
    Você pode fazer isso tudo com água com gás também, fica uma delícia! Quando testarem, venham me contar. Se tiverem outras dicas pra me passar, por favor façam!
    Tim-tim!!!

GPS para cachorro

Tenho que mostrar para vocês um produto que compramos para o Domi. Na época, ele estava aprendendo a fazer xixi no lugar certo ainda, e estava difícil! O cocô ele aprendeu mais fácil e raramente erra o alvo até hoje rsrs, mas o xixi ele fazia aleatoriamente pela casa! Não sei se é fenômeno de cãozinho macho ou coisa assim.
Fomos à petshop quando compramos a casinha dele e o cara de lá indicou usar o tal GPS para cachorro. Vocês já ouviram falar? O GPS é um kit que vem com 3 produtos: o marca, o desmarca e o bloqueia, como podem ver na foto.
Eu estava para postar há tempos e no dia em que decidi tirar as fotos dos produtos o “marca” sumiu, me perdoem, Se eu encontrar, faço um update e acrescento aqui. Mas ele é bem parecido com o bloqueia, só que menor. Desculpem mesmo ficar sem foto, sniff sniff
Update: achei o marca e aqui está a foto para vocês, ele é petitico assim.


O marca é o produto para ser usado onde você quer que o cão faça as necessidades. Pode ser no jornal, na fralda, em alguma caixa, enfim, você borrifa no local para atrai-lo a fazer lá.

O desmarca você usa onde o cão já fez xixi ou cocô, mas no lugar indesejado. Ele elimina os odores perceptíveis ao cão que o fazem voltar para aquele local e repetir o comportamento. 
Segundo as instruções da caixa, você limpa o local onde o animalzinho fez as necessidades, aplica o desmarca (duas borrifadas)  e espera secar.

O bloqueia é para o cachorro não voltar a fazer mais as necessidades em um determinado local, o fazendo evitar aquele lugar.
Com o odor que tem, (perceptível apenas ao olfato canino), age como um repelente para o cão.
Depois de deixar secar o desmarca, você borrifa o bloqueia em cima do mesmo local que quer que o cão não volte a usar como “toilette” kkkkk
Eu estava esperando para falar deste produto, porque a gente queria testar mesmo, por um bom tempo e depois poder falar com mais propriedade de causa. Podem perceber pelas fotos, que os produtos estão da metade para o fim. Ajudou muito!
Na primeira semana parece que não vai dar certo, porque demora um pouco para o cão aprender e se condicionar. Mas aos poucos vai fazendo efeito. Na verdade, usamos até hoje quando queremos que ele evite algum lugar e quando ainda ele comete algum erro.
Não sabemos ao certo se foi somente o produto ou muitas vezes coincidência, mas ao longo do tempo e do uso só foi melhorando, então…
Borrifamos no tapete de casa e Domi respeitou bem, enfim…recomendo que testem, porque com certeza o GPS ajuda na tarefa de ensinar o seu cachorro a criar seu pipiroom. Vocês encontram fácil esse produto em lojas pet online. Pagamos 50 reais, mas descobri bem mais barato na internet 🙁

Resenha: máscara de reconstrução Moroccanoil

Minhas impressões sobre a famosa marca Moroccanoil: demorei a comprar os produtos, porque era tanto que falavam sobre, que achei que fosse hype demais e resultado de menos. Todo mundo falando que eram maravilhosos e tal, então deixei passar um tempo para ver se as opiniões perduravam.
E parece que sim, os elogios sobreviveram ao tempo.
Então, os primeiros produtos que adquiri foram o óleo e a máscara de hidratação (da tampa marrom). Só tenho a dizer que me apaixonei e nunca usei nada melhor para o meu cabelo. Sim, era tudo verdade e mais um pouco!!!
Mas hoje quero mostrar pra vocês essa máscara de reconstrução da Moroccanoil (a famosa da tampa laranja), que, obviamente, também é sensacional.

Esta máscara tem o mesmo cheiro divino de tudo da Moroccanoil, é bem branquinha e tem essa textura bem firme. Ela é um produto para reconstrução dos fios, então indicada para quem usa algum tipo de química, faz mechas, luzes, esse tipo de coisa. Ou para quando seu cabelo foi danificado pelo sol, mar, vento, poluição, etc.
A gente percebe quando o cabelo está precisando de reconstrução quando  está quebradiço, sem vida, pesado, enfim, quando perdeu matéria. A matéria principal do cabelo é a queratina e é ela que vai embora quando o cabelo é submetido a muitas agressões.
As máscaras de reconstrução, em geral, são para uso mais esporádico, tipo a cada 15 dias, senão podem dar o efeito contrário e deixar o cabelo mais pesado, duro.
Essa da Moroccanoil eu uso assim, nesse intervalo de tempo, às vezes mais, porque alterno com outra máscara que tenho. Uso um xampu de limpeza profunda (os transparentes) e aplico no cabelo no banho mesmo. Faço uma massagem nos fios e deixo agir de 5 a 7 minutos. Retiro com bastante água e pronto!

O produto deixa o cabelo muito macio e parece que muda a estrutura do fio (sei que provavelmente é uma impressão), tipo você enxagua e sente a diferença, fica encorpado.
Não é que fica resíduo, mas também não é aquela sensação de tantas máscaras que usei, que tirando, parece que não passou nada no cabelo, sabe? Os fios ficam mais “grossos”, fortes.
Ao menos no meu cabelo que é fino e pouco foi assim, meganotei…fica muito, muito cheiroso também! Não espere um brilho sensacional, porque isso é mais um resultado de máscaras de hidratação, quando o fio está ressecado e opaco.
Então, pra mim, está aprovadíssimo e eu super recomendo. Apesar do precinho aqui no Brasil ser bem salgado, vale cada centavo e acaba durando bastante, por não ser de uso diário.
Se quiserem eu faço uma resenha da máscara de hidratação da marca, que tem um resultado diferente.
Vocês podem encontrar na internet mesmo, porque Moroccanoil tem para vender em lojas nacionais e internacionais, online ou em salões de beleza. Daí vocês vejam qual o melhor custo-benefício, questão de frete, pela cotação do dólar, etc.
Vejo vocês no próximo post!!!